Dedão do pé dormente – As 11 causas mais comuns



Ter o dedão do pé dormente pode ser bastante incômodo, mas será que existem motivos para ficar preocupado? O sistema nervoso está encarregue do controlo dos nervos, que providenciam sensações em todo o corpo, como nos pés e dedos. A dormência no dedão do pé é uma condição que ocorre quando há anormalidades no sistema circulatório ou no sistema nervoso periférico.

É importante que saiba as causas mais comuns do dedão do pé dormente e os tratamentos disponíveis. Apesar de existirem várias causas e possibilidades, as mais comuns são a compressão direta dos nervos do pé e problemas no sistema circulatório.

Causas do dedão do pé dormente

Existem vários fatores que devem ser tomados em consideração para que seja encontrada a causa exata deste problema. A duração da sensação dormência no dedão do pé e o histórico médico da pessoa são outros dados importantes que ajudarão o profissional de saúde a encontrar a origem do problema.

Circulação sanguínea restringida

Na maior parte dos casos, a circulação sanguínea é restringida nos pés e causa a sensação de formigamento. Sentar ou estar de pé em posições desajustadas e gerar pressão grande sobre os pés podem ser as causas deste problema. Nestes casos o formigamento no dedão costuma desaparecer por si após o reajustamento da posição ou após a retirada da pressão sobre o pé.

Deficiência de vitamina B12

A vitamina B12 ajuda ao bom funcionamento do sistema nervoso. Uma das causas possíveis que podem causar o formigamento no dedão do pé é a falta de vitamina B12 no organismo.



Espondilose Cervical

As cartilagens e ossos da sua espinha dorsal e do pescoço geralmente se degeneram devido ao envelhecimento e isso pode causar dor nas costas, espasmos e rigidez. Às vezes, os nervos também podem ser comprimidos e podem causar entorpecimento no dedo grande do pé.

Calçado

Um mau par de calçado pode tornar-se num pesadelo e causar dormência no dedão do pé. O calçado pode fazer uma pressão excessivamente elevada nos dedos do pé e causar dormência e lesões nos mesmos. Usar calçado com os cordões demasiado apertados também pode obstruir a circulação sanguínea nos dedos e colocá-los dormentes.

Compressão dos nervos

A dormência no dedão pode ser causada pela compressão dos nervos. Existem vários casos em que os nervos podem ser comprimidos nas extremidades do corpo. O uso de calçado inadequado por períodos extensos pode levar a lesões no dedo e à consequente compressão dos nervos.

Gota

Em muitos casos a gota não é posta nem na lista de causas prováveis, mas ela não pode nem deve ser sentida. A gota é um tipo de artrite que ocorre quando o número de ácido úrico se eleva, causando a inflamação das articulações.

Outros sintomas associados são a dor intensa nas articulações dos joelhos, pulsos, mãos, tornozelos e pés e vermelhidão nas regiões afetadas.



Neuropatia periférica

Alcoólatras, fumadores ou diabéticos são mais propensos a ter neuropatia periférica. Esta condição afeta os nervos periféricos e pode mesmo incapacitar o paciente.



Os sintomas que a caracterizam são a dor intensa, formigamento e dormência nas pernas, pés e braços, fraqueza, azia, vômitos, tonturas e náuseas.

Diabetes

Os pacientes da diabetes queixam-se frequentemente de terem o dedão do pé dormente. É importante levar esta condição muito a sério e conseguir um tratamento efetivo de modo a evitar problemas futuros.

Articulações inflamados

Se as articulações que estão localizadas no dedão do pé estiverem inflamadas, então é possível que sinta essa parte dormente temporariamente. A inflamação das articulações pode ser causada pela artrite.

Joanetes

Os joanetes são saliências ósseas que podem causar uma dor enorme e até mesmo entorpecer os dedos dos pés.



Não se sabe bem quais as causas que justificam o aparecimento deste problema, mas pensa-se que haja uma componente genética e que outros fatores como doenças auto-imunes e metabólicas e alterações neurológicas contribuam para que esta deformidade ocorra.

Doença de Raynaud

Esta condição médica vai afetar o fluxo sanguíneo nas extremidades do corpo humano, como mãos, pés, dedos, nariz, entre outras partes.

As causas possíveis para esta doença são a esclerodermia, artrite reumatoide, aterosclerose, perturbações nervosas, hipotiroidismo ou reações farmacológicas.

Tratamento para o dedão do pé dormente

contactar médico por dedão do pé dormente
Certos sintomas requerem a visita imediata de um profissional de saúde.

As melhores opções de tratamento para o dedão do pé dormente dependem das causas subjacentes. Procurar e seguir a opinião de um profissional de saúde é essencial para a melhoria e desaparecimento deste problema.

Algumas das opções de tratamento incluem:

  • Se o joanete é a causa da dormência do dedão do pé, os médicos recomendarão usar sapatos com alguma largura na parte da frente e de preferência com uma sola de apoio, pois estes aliviar o entorpecimento e formigamento. A cirurgia corretiva é uma opção de tratamento para os casos mais graves.
  • Se a diabetes é a causadora do problema, os medicamentos que controlam o nível de açúcar no sangue são a opção de tratamento mais eficaz.
  • Muitas vezes, as pessoas recomendam aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina B12 e usar calçados confortáveis ​​durante todo o dia. Você também precisa sentar-se na postura correta enquanto trabalha e fazer pausas pelo meio, caminhando para melhorar a circulação sanguínea.

No caso do problema subsistir por bastante tempo ou se for acompanhado por outros sintomas mais graves não hesite em procurar ajuda especializada.



1 comentário

Clique aqui para comentar

  • sinto muitas dores no dedão d pe direito e não posso nem andar a sandália do pe esquerdo esta normal mas do pe direiro pareca um papelão de tao fina, não sei porque pois não acredito que tenho feito mais forca no pe direito doque no do esquerdo mas esta acontecenfo isto gostaria que os Srs podem me ajudar não aguento mais esta dor




O conteúdo deste website é completamente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.