Barriga

Dor epigástrica – O que é, causas e tratamentos



O que é a dor epigástrica?

Dor epigástrica é o nome para a dor ou desconforto localizados logo por baixo das costelas, na área superior do abdômen. É comum surgir associada a outros sintomas relacionados com o sistema digestivo, como azia, inchaço ou gases.

A dor epigástrica nem sempre é motivo para preocupação. Esta condição tem muitas causas possíveis, especialmente se ocorre depois de comer.

É importante poder dizer a diferença entre a dor que é resultado de algo inofensivo, como excesso de comida ou intolerância à lactose e a dor que acontece por causa de uma condição subjacente, como doença do refluxo gastroesofágico, inflamação ou infecção.

Causas da dor epigástrica

Ácido refluxo

Doença do refluxo gastroesofágico causa dor epigástrica
Se o esfíncter na parte superior do estômago não fechar corretamente, o conteúdo do estômago pode fluir para cima.

O ácido refluxo ocorre quando parte do ácido gástrico ou dos alimentos em seu estômago sobem para seu esófago. Quando isto ocorre, surgem dores no peito e garganta, incluindo a dor epigástrica. Ao longo do tempo, o ácido refluxo constante pode causar a doença do refluxo gastroesofágico , que requere monitorização regular por parte do médico.

Os sintomas comuns do ácido refluxo incluem:



  • azia
  • indigestão
  • gosto ácido anormal em sua boca
  • dor de garganta ou rouquidão
  • sentindo um bolo na garganta
  • tosse contínua

Azia e indigestão

A azia é o resultado do ácido refluxo. Isto pode causar uma sensação de queimação no peito. Indigestão é o nome para os sintomas digestivos que ocorrem quando come certos tipos de alimentos que não caem bem.

Os sintomas mais comuns da azia são a sensação de queimação no peito após comer. Esta sensação é, normalmente, pior quando você se deita ou agacha.  Isto ocorre porque nessa posição o ácido sobe o esófago.

Os sintomas comuns da indigestão incluem:

  • sentindo-se inchado
  • arrotos
  • ficar cheio mesmo se você não comeu muito
  • náuseas
  • pressão no seu abdômen devido a gases

Intolerância à lactose

A intolerância à lactose ocorre quando o seu corpo tem dificuldades em digerir produtos lácteos como o queijo ou o leite. Os produtos lácteos contem um tipo de açúcar chamado lactose. Tipicamente, os sintomas aparecerem quando você ingere produtos lácteos.

A intolerância à lactose pode desenvolver-se quando você não tem lactase suficiente em seu corpo. Esta enzima é importante, pois ela ajuda a quebrar a lactose do açúcar.



Sintomas comuns da intolerância à lactose incluem:

  • dor no estômago
  • sentir-se cheio
  • pressão em seu abdômen por causa de gases
  • diarreia
  • náuseas
  • vômitos

Álcool

álcool pode causar do epigástrica
O álcool pode causar dores intensas no intestino.

Beber álcool com moderação, ou cerca de uma bebida por dia, normalmente não causa a dor epigástrica. Mas se beber muito de uma vez ou durante um longo período de tempo, pode ocorrer a inflamação do estômago. Uma inflamação duradoura pode levar a sangramento.

Beber demais também pode causar condições como:

  • gastrite ou inflamação do estômago
  • pancreatite, ou inflamação do pâncreas
  • doença hepática

Essas condições também podem causar a dor epigástrica.

Comer em excesso

comer em excesso pode causar dores epigástricas
Comer em excesso pode levar a problemas de saúde graves.

Quando você come muito, seu estômago pode-se expandir para lá do seu tamanho normal. Isto coloca uma grande pressão nos órgãos que estão à volta. Esta pressão pode levar à dor no intestino. Também pode causar dificuldades em respirar, porque seus pulmões não possuem tanto espaço para se expandirem quando você inspira.



Comer em excesso também pode fazer com que o ácido do estômago e outros dos seus conteúdos subam para o esófago. Isto pode causar azia e o ácido refluxo.

Se você tem um transtorno alimentar relacionado à compulsão alimentar, os vômitos repetidos após a alimentação também podem causar dor epigástrica.



Hérnia hiatal

A hérnia hiatal ocorre quando parte de seu estômago é empurrada para cima, em direção à sua cavidade torácica. Apesar desta descrição, as hérnias hiatal nem sempre causam dor ou desconforto.

Sintomas comuns da hérnia hiatal incluem:

  • indigestão
  • sensação de queimação no peito
  • garganta inflamada
  • eructação

Esofagite

A esofagite é caracterizada pela inflamação do esôfago. A lista de causas comuns incluem a subida do ácido do estômago, alergias, infeções ou irritação crônica devido a medicações

Os sintomas mais comuns da esofagite são:

  • sensação de queimação no peito e na garganta
  • sabor ácido anormal na boca
  • tosse
  • dificuldade em engolir ou dor ao engolir

Gastrite

A gastrite ocorre quando a mucosa gástrica fica inflamada devido a uma infeção bacteriana, uma desordem do sistema imunitário ou danos no estômago. Pode ser aguda e durar pouco tempo, ou crônica, que dura anos se não procurar tratamento.

Os sintomas mais comuns da gastrite incluem:

  • dor ou desconforto na parte superior do corpo ou peito
  • náuseas
  • vômitos, especialmente se trouxerem sangue
  • fezes pretas

Úlcera péptica

A úlcera péptica acontece quando ocorrem lesões no revestimento do intestino ou do estômago, devido a uma bactéria ou por tomar demasiadas medicações como anti-inflamatórios não esteroides para o alívio de dor.

Causas comuns das úlceras pépticas incluem:

  • náuseas
  • vômitos
  • sentir-se cheio com facilidade
  • dores no estômago que podem melhorar ou piorar com a ingestão de comida
  • sinais de sangramento, que podem incluir cansaço, palidez ou falta de ar

Esôfago de Barrett

O esôfago de Barrett, também conhecido por metaplasia colunar do esôfago, é uma condição que acomete a porção inferior do esôfago, onde há uma troca da mucosa esofágica por células presentes na mucosa intestinal.

Quando não é tratado, o esôfago de Barrett pode levar a câncer de esôfago. Doença do refluxo gastroesofágico, consumo de álcool, fumar e obesidade são fatores de risco deste câncer.

Esta condição não tem sintomas exclusivos. Se ocorre devido à doença do refluxo gastroesofágico, você pode ter sintomas como:

  • dor de garganta ou rouquidão
  • gosto ácido anormal na sua boca
  • queimação em seu estômago
  • azia
  • dificuldade em engolir

Inflamação da vesícula biliar ou cálculos biliares

A dor epigástrica pode desenvolver-se quando a vesícula biliar se torna inflamada devido ao bloqueio da mesma provocado pelos cálculos biliares. A condição é conhecida como colecistite. Ela pode ser bastante dolorosa e pode exigir hospitalização ou cirurgia.

Os sintomas comuns da inflamação da vesícula biliar podem incluir:

  • falta de apetite
  • dor intensa em volta da vesícula biliar
  • náuseas e vômitos
  • inchaço e gases
  • febre alta
  • pele amarelada
  • fezes cor de argila

Dor epigástrica na gravidez

Esta dor é algo comum na gravidez, quando não muito severa, devido à pressão que é coloca na zona abdominal. Também é comum devido às mudanças nas hormonas e em sua digestão.

No entanto, a dor epigástrica muito dolorosa na gravidez pode ser sintoma de uma condição grave conhecida como pré-eclâmpsia. Isso requer um monitoramento próximo pelo seu médico e pode tornar-se fatal se for grave.

Opções de tratamento

dor embaixo da costela esquerda
A dor epigástrica pode ser muito dolorosa.

O tratamento da dor epigástrica depende da causa. Se sua dor é o resultado de uma dieta descuidada ou de se alimentar em excesso, seu médico pode recomendar algumas mudanças. Estas podem incluir a prática de exercício físico ou uma mudança de dieta. Comer alimentos como o gengibre e adição de suplementos de vitamina B podem ajudar a aliviar sintomas como vômitos e náuseas.

Se existe uma condição causadora como doença do refluxo gastroesofágico, esôfago de Barrett ou úlcera péptica, podem ser necessários anbióticos e tratamentos de longa duração. Os tratamentos podem demorar meses ou até a duração da sua vida, dependendo da causa.

Quanto procurar ajuda especializada

Procure ajuda especializada se a dor é severa e interfere de uma forma muito negativa com o seu quotidiano.

Você deve recorrer às urgências se tem um dos seguintes sintomas:

  • dificuldade em respirar ou engolir
  • tosse com sangue
  • sangue nas fezes ou fezes pretas
  • febre alta
  • dor no peito
  • dificuldade em respirar
  • desmaios

Você também deve consultar seu médico se seus sintomas durarem mais que alguns dias sem melhorar com tratamentos caseiros ou medicamentos sem receita médica. Muitas causas da dor epigástrica podem ser facilmente tratadas, incluindo condições crônicas.



Dor epigástrica – O que é, causas e tratamentos
Classifique a utilidade deste artigo

Comentar

Clique aqui para comentar




O conteúdo deste website é completamente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.