Cóccix

Dor no osso da bunda – Causas e tratamentos



A dor no osso da bunda é centrada na parte mais inferior da sua coluna vertebral, logo acima das nádegas, onde se encontra um osso multi-segmentado conhecido por cóccix.

O cóccix é um osso pequeno, mas tem funções bastante importantes no nosso corpo. Ajuda-o a manter o corpo estável enquanto se senta e vários tendões, músculos e ligamento passam na sua área.

Esta lesão pode variar de leve a intensa e a dor nas nádegas ao sentar ou levantar também é um dos sintomas associados. A dor também pode ser mais intensa quando usa o banheiro ou tem relações sexuais. É normal as mulheres sentirem dor nessa região aquando do aparecimento do período menstrual.

Por vezes, a dor no osso da bunda pode irradiar para as duas pernas. Permanecer de pé ou caminhar pode aliviar a pressão no seu cóccix e o desconforto que sente.

Porque sente a dor no osso da bunda

O seu cóccix pode começar doendo após algo simples como estar sentado numa superfície dura por um longo período de tempo. Quedas e outros traumas físicos podem causar hematomas, deslocar ou quebrar o seu cóccix.



Dano articular feito após movimentos repetitivos ou causados pelo desgaste geral do envelhecimento também podem contribuir para a dor no osso da bunda.

No último trimestre da gravidez, os ligamentos conectados ao cóccix e em volta dele, alteram-se com outras mudanças por todo o corpo. Segundo vários estudos, é por este facto que as mulheres são 5 vezes mais propicias a ter dor neste osso, quando comparadas com os homens.

Também é possível sentir esta dor se está com excesso de peso. Por outro lado, se perder peso rapidamente, você perderá parte do estofamento que protege seu cóccix e poderá sentir esta dor.

Em casos muito raros, esta dor pode estar ligada a uma infeção ou a um tumor na zona.

O que deve fazer se tem uma dor nas nádegas

Visite o seu médico se a dor é muito intensa ou se dura mais que 2 ou 3 dias. Na maior parte dos casos, a dor nas nádegas não é grave e é um sintoma de uma lesão. Em casos raros, ela pode ser sinal de câncer.



O seu médico pode fazer um raio-X ou uma ressonância magnética para procurar por sinais de uma lesão, como uma fratura ou um tumor a pressionar o osso. As imagens de raio-X podem ser tiradas em várias posições, sentado ou de pé, para mostrar possíveis problemas em diferentes posições.



Como é tratada a dor nas nádegas?

Medicamentos sem receita médica

medicação para dor no osso da bunda
Para descobrir os efeitos secundários de determinada medicação consulte o folheto da mesma.

A dor deve desaparecer após algumas semanas, ou meses em casos mais problemáticos. Você pode tomar medicamentos anti-inflamatórios sem receita médica para aliviar o desconforto no osso da bunda até à dor desaparecer por completo. Essa lista inclui ibuprofeno (Motrin, Advil) ou naproxeno (Naprosyn). O acetaminofen (Tylenol) também pode aliviar a dor.

No caso de dores mais intensas, o médico pode injetar um anestésico local na área. Certifique-se de discutir suas opções de tratamento com o seu médico.

Sobre a dor nas nádegas ao sentar

má postura causa dor no bumbum
Uma má postura pode ser a causa da dor no bumbum.

A dor nas nádegas direita ou esquerda ao sentar pode surgir por uma má postura da sua coluna, que coloca uma pressão extra no cóccix, causando a dor no glúteo. Sente-se encostado na cadeira e com os seus pés pousados no chão.para retirar o peso do cóccix.

Para aliviar o desconforto, sente-se em cima de uma almofada ou faça uma massagem na área.



Fisioterapia

Um fisioterapeuta pode recomendar-lhe alguns exercícios para fortalecer os músculos que suportam o seu cóccix. Estes incluem os músculos do estômago e o assoalho pélvico.

Cirurgia

Na maior parte dos casos, os tratamentos acima referidos vão ajudar com a dor até que esta desapareça. Se nenhum tratamento resultou, o seu médico pode recomendar-lhe uma cirurgia como último recurso para remover parte ou até mesmo todo o cóccix. Este procedimento é conhecido por coccigectomia. A cirurgia pode não funcionar de imediato e a dor pode demorar algum tempo a desaparecer.



Começa com tratamentos mais fáceis e se a dor não passar, procure procedimentos alternativos junto do seu médico.

Comentar

Clique aqui para comentar




O conteúdo deste website é completamente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.