umbigo inflamado na gravidez
A comichão no umbigo é mais frequente na gravidez.
Umbigo

Mau cheiro no umbigo e umbigo fedido é normal? – Causas e tratamentos



O seu umbigo é bem longe do seu nariz, mas se você está a reparar em um mau cheiro no umbigo, é normal que se preocupe e que tente perceber porque tem o umbigo fedido.

A explicação mais simples do odor é estar a ser causada por um problema de higiene. Sujeira, bactérias ou outros elementos podem-se concentrar nesta área que é, muitas vezes, esquecida. Esta pequena bolsa é propícia à concentração de sujeira e detritos se você se esquecer de a limpar.

Por vezes, o umbigo fedido pode ser sinal de uma condição que necessita de ajuda médica, como uma infeção ou um cisto. Procure por outros sintomas que acompanham as condições referidas, como:

  • descargas brancas, amarelas ou verdes
  • inchaço e vermelhidão
  • comichão
  • dor
  • febre
  • um caroço em seu abdômen
  • uma sarna em torno do seu umbigo

Causas do mau cheiro no umbigo

causas do umbigo fedido
O tratamento do mau cheiro no umbigo dependerá da causa que está na sua origem.

As causas do umbigo fedido podem variar desde uma fraca higiene até infeções.

Fraca higiene

Seu umbigo tem o seu próprio ecossistema. Investigadores descobriram recentemente que nossos umbigos alojam quase 70 tipos diferentes de bactérias. Fungos e outros germes também podem ficar alojados nesta região e deixar seu umbigo fedido.



Estes germes alimentam-se de óleos, pele morta, sujeira e outros detritos que ficam presos em seu umbigo e multiplicam-se rapidamente. Bactérias e outros germes geram maus cheiros, como acontece em seus sovacos quando você transpira. Quando mais fundo o seu umbigo é, mais sujeira e germes acumulam em seu interior.

O resultado da mistura de bactérias, sujeira e suor criam o mau cheiro no umbigo, deixando o umbigo fedido. A boa notícia é que é fácil resolver este problema, com o aumento e melhoria da higiene pessoal na área.

Infeções

piercing no umbigo fedido
Os piercings podem causar coceira na área.

Candida é um tipo de levedura que crescer em ambientes úmidos, quentes e escuros, como eu suas axilas e virilhas. Seu umbigo pode providenciar o local perfeito para essas criaturas, especialmente se você não o limpa regularmente. É provável que você tenha uma infeção deste tipo se tiver diabetes melitus.

Leia ainda -   Umbigo inflamado - Causas, sintomas e tratamentos disponíveis

O diabte melitus é uma doença em que os níveis de açúcar no sangue estão acima do normal (hiperglicemia), reduzindo a capacidade do sistema imunológico combater infeções.

Cirurgias recentes no abdômen, como a hérnias umbilicais, podem deixar a área mais susceptível a infeções. A pele ao redor de um piercing no umbigo também pode ficar infetada. Sempre que perfura a pele, está a expor o organismo a bactérias exteriores.





Se tem uma infeção, um dos sintomas mais comuns é o pus a ser expelido. Por vezes este pus tem um cheiro desagradável. Outros sintomas incluem dor, vermelhidão e inchaço na área. Qualquer sinal de infecção, incluindo febre, pus e vermelhidão, deve ser visto pelo seu médico.

Cistos pilares e epidermoides

Um cisto epidermoide é um caroço que começa na camada superior da pele e um cisto pilar começa perto dos folículos capilares. Ambos os cistos contem células dentro de uma membrana que produz e secreta um lodo de proteína de queratina espessa. Se um destes cistos ficar grande o suficiente e abrir, será exposto um líquido espesso, amarelo que causa o  mau cheiro no umbigo. Também é possível que estes cistos fiquem infetados. Seu médico pode diagnosticar e providenciar o melhor tratamento para cada caso.

Cistos sebáceos

Os cistos sebáceos são menos comuns que os cistos pilares e epidermoides, mas ainda assim podem aparecer no umbigo. Estes cistos originam nas glândulas sebáceas, que produzem uma mistura lipídica, cerosa e oleosa chamada sebo para lubrificação da pele e com propriedades protetoras.

Os cistos sebáceos ficam cheios de sebo e podem ficar infetados. Se tem um problema deste tipo, diferentes tratamentos estão disponíveis dependendo das suas necessidades e da escolha do seu médico.

Quando visitar o médico

quando visitar médico por mau cheiro no umbigo
Certos sintomas requerem a visita imediata a um profissional de saúde.

Você não deve visitar seu médico devido a problemas de higiene. Assim que limpar a área, o mau cheiro no umbigo deve desaparecer.



Leia ainda -   Coceira no umbigo - O que é, causas e tratamentos

No entanto, deve marcar uma consulta ao médico se tem mau cheiro no umbigo e secreções. Pode ser sinal de uma infeção. Também deve contatar seu médico se tem outros sinais da presença de uma infeção como:

Seu médico vai analisar o umbigo e pode até recolher uma amostra da secreção. A amostra será enviada para um laboratório, onde um técnico vai analisá-la ao microscópio ou fazer outro teste para ver qual a composição da secreção que acompanha o mau cheiro no umbigo.

Tratamento para o mau cheiro no umbigo

Para uma infeção

Mantenha seu umbigo limpo e seco. Evite usar roupas apertadas. Suor e sujeira pode acumular por baixo da roupa e causar problemas. Limite o açúcar em sua dieta, especialmente se for diabético, pois, os níveis altos de glucose aumentam o risco de uma infeção e o mau cheiro no umbigo.

Seu médico pode recomendar o uso de um antifúngico tópico ou um creme antibiótico, dependendo do tipo de germes que estão na origem da infeção.

Para cistos sebáceos

Você não tem de tratar um cisto superficial, ao não ser que fique infecionado ou que o incomode. Pode contatar um dermatologista para se livrar do cisto, através de técnicas como drenagens, medicações ou a através da remoção completa.

Como tratar o mau cheiro no umbigo

A forma mais fácil de prevenir a acumulação de bactéria e sujeira passa por limpar o umbigo todos os dias.

Poderá fazê-lo da seguinte forma:

  1. No chuveiro, limpe com um sabão antibacteriano e uma toalha.
  2. Usando o dedo indicador por baixo de uma toalha fina, lave gentilmente seu umbigo.
  3. Depois de sair do chuveiro, seque seu umbigo com cuidado.

Depois, não use muitos cremes ou loções no umbigo ou à volta. Pode estar a criar um ambiente em que os fungos e as bactérias têm facilidade para crescer e multiplicar.

Se tem um piercing no umbigo, mantenho-o limpo e seco. Molhe uma toalha com uma mistura de água e sabão antimicrobiano e lave suavemente à volta do piercing.



 

 

 

 




O conteúdo deste website é completamente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.