Ouvido

Orelha inchada – Causas mais comuns e tratamentos disponíveis



Quando você tem a orelha inchada, ela pode ficar vermelha e causar dor e desconforto contínuo. As causas típicas deste problema são infeções, alergias e traumas. Apesar de a maior parte dos casos poderem ser tratados com medicamentos sem receita médica e remédios caseiros, você deve sempre procurar uma opinião médica em caso de sintomas mais severos.

O que causa a orelha inchada?

orelha inchada em bebê
A cartilagem da orelha inchada em crianças pode causar bastante preocupação.

Piercing

Esta é a causa mais comum da orelha inchada. É normal ter dores e inchaço nos dias que sucedem à colocação de um piercing nesta zona do corpo que , no entanto, deve desaparecer após alguns dias.

O inchaço também pode aparecer devido à rejeição do piercing ou à infeção da zona. Se o inchaço persistir, poderá ser necessário marcar uma visita ao médico.

Para quem usa alargadores, as informações desta secção aplicam-se da mesma forma.

Reação alérgica

Reações alérgicas, especialmente a certos tipos de joelharias, podem fazer com que uma ou ambas as orelhas fiquem inchadas. Na maior parte das reações alérgicas, o níquel presente nos brincos pode causar a inflamação e o inchaço. Remover os brincos e optar por outros que não possuam níquel pode ajudar a evitar este problema no futuro.



Lesão

Lesões ou tramas também podem deixar a orelha inchada, até mesmo brincos que são demasiado pesados ou grossos. Nestes casos, para além do inchaço, também podem surgir dores e feridas.

Orelha de couve-flor

A orelha de couve-flor é o nome dado ao hematoma auricular, em que a orelha fica deformada de forma permanente como resultado de infeções graves, lesões causadas pelo frio ou contusões. Acontece mais frequentemente em atletas que praticam esportes de contato como wrestling, boxe e artes marciais.

O hematoma auricular ocorre quando o sangue se acumula. Quando a lesão não é drenada devidamente, ela pode resultar em infeção e deformidade. Em adição à orelha inchada, podem existir contusões e dor.

Mastoidite

dor no osso atrás do ouvido
A causa da dor no osso atrás do ouvido é a mastoidite.

Mastoidite é uma infeção bacteriana da apófise mastoide, localizada atrás do ouvido. Este osso é diferente de outros presentes em nosso corpo, sendo constituído por sacos de ar, que o fazem parecer uma esponja.

Os sintomas da mastoidite, para além do inchaço, incluem:



  • drenagem do ouvido afetado
  • dor
  • febre
  • dor de cabeça
  • perda de audição
Leia ainda -   Sinal de Battle - Fotos, sintomas, causas e tratamentos

Este problema pode estar na origem da dor no osso atrás da orelha e do caroço atrás da orelha.

Infeção

Também é possível que você tenha uma infeção no ouvido externo, conhecida como otite externa ou ouvido de nadador. Estas infeções são mais comuns em crianças entre os 7 e os 12 anos e em pessoas que nadam frequentemente. Os sintomas principais deste problema são:

  • dor
  • comichão
  • zona avermelhada
  • sensibilidade

Picada de inseto

Uma picada de inseto na orelha pode resultar no inchaço e vermelhidão. Se acordar com comichão e inchaço na orelha é possível que tenha sido picado durante a noite por algum tipo de inseto.

O tratamento irá variar consoante o inseto que o picou.

Abscesso

O abscesso é um caroço que aparece por baixo da pele, indicando um aglomerado de pus ou fluído na área. Tipicamente, ele é o resultado de uma infeção bacteriana.





Como os abscessos podem aparecer em qualquer parte do corpo, é possível que esta seja a causa do seu problema. O inchaço que ocorre do abscesso pode aumentar com o tempo, portanto, o problema pode piorar se não for devidamente tratado.

Dependendo da causa do abscesso, você poderá também ter ou sentir:

  • febre
  • náuseas
  • arrepios
  • inflamação
  • drenagem de fluídos a partir da área infetada

Carbúnculos e furúnculos

Os carbúnculos são aglomerados de furúnculos e são ambos infeções de pele que podem produzir feridas, úlceras e abscessos. A infeção envolve a raiz dos pelos e é sensível ao toque. O tamanho dos carbúnculos varia bastante.

Existem outros sintomas associados como:

  • comichão
  • dores no corpo
  • fadiga
  • febre
  • crostas ou exsudação da área afetada

Cistos sebáceos

Cistos sebáceos são anomalias na pele, constituídos por material líquido ou semilíquido. Apesar de não serem um problema grave, os cistos sebáceos podem ser desconfortáveis.

Os locais mais comuns para o aparecimento deste problema são o couro cabeludo, face, pescoço e costas.

Dermatite de contato

Quando uma substância reage com a sua pele, você pode desenvolver dermatite de contato. Além do inchaço, você pode sentir coceira, vermelhidão e inflamação.

Carvalho venenoso, hera ou sumagre

A exposição às folhas ou caules do carvalho venenoso ocidental, hera venenosa ou sumagre venenoso pode resultar em uma reação alérgica, causando uma erupção na pele no local tocado pela planta. Estas plantas liberam um óleo quando danificadas que irrita a pele, levando a picadas, coceira e irritação leve. Depois de algum tempo, uma erupção vermelha se desenvolverá e se espalhará, aumentando a coceira. Finalmente, poderão aparecer caroços que se transformarão em bolhas que exsudam antes de secar e encrostar.

Leia ainda -   Dor no osso atrás da orelha - Causa e Tratamentos

Se o lóbulo da sua orelha estiver exposto a essas plantas, é possível que você veja inchaço nessa área, junto com outros sintomas comuns das reações alérgicas.

Erupção cutânea

Uma erupção cutânea é um mudança que ocorre na condição ou textura de sua pele. Pode ser causada por um grande número de fatores como:

  • alergias
  • medicação
  • cosméticos
  • certas doenças como varicela e sarampo

Celulite bacteriana

A celulite bacteriana é uma infeção da pele bastante comum. Normalmente é dolorosa e aparece como uma área vermelha e inchada, quente no toque. Porque pode ocorrer em qualquer parte do corpo, é possível que a causa do seu problema seja esta. Sintomas adicionais incluem sensibilidade, vermelhidão na área e febre.

A celulite bacteriana pode transformar numa condição bastante séria, por isso, contacte seu médico se suspeita desta causa.

Opções de tratamento para a orelha inchada

Existe um número ínfimo de opções para tratar a sua orelha inchada, mas o tratamento vai depender da causa na origem do inchaço.

Antes de mais, pode começar por experimentar alguns remédios caseiros para tentar diminuir o inchaço. Uma compressa fria na zona pode diminuir o fluxo sanguíneo e diminuir o inchaço e os sintomas associados. Se suspeita que tem algum cisto sebáceo na orelha, uma compressa quente pode ajudar. Se tem dores na área, medicação sem receita médica também pode ajudar.

No caso de infeções bacterianas, você vai precisar de antibióticos. Estes pode ser tomados por via oral ou topicamente.

Para picadas de inseto ou outras reações alérgicas, você pode experimentar anti-histamínicos ou cremes tópicos com hidrocortisona.

Quando deve procurar ajuda médica

Em muitos dos casos de orelha inchada, ela pode ser tratada em casa, com recurso a remédios caseiros. No entanto, em certos casos, é importante procurar ajuda médica. Se os remédios caseiros não reduzem o inchaço e os sintomas associados, marque uma consulta.

Se sua orelha está expelindo pus amarelado ou esverdeado ou se está com uma reação alérgica grave, contacte seu médico. No caso de cistos ou abscessos, o médico poderá ter de realizar uma drenagem.

Você também precisará do médico para que lhe sejam prescritos antibióticos, se estiver com algum tipo de infeção bacteriana.

Dicas para a prevenção

Para prevenir um inchaço da orelha, certifique-se de evitar as coisas que podem desencadear reações alérgicas e erupções cutâneas. Por exemplo, evite brincos contendo níquel se você já teve reações alérgicas a esse material no passado. Manter os ouvidos limpos também poderá ajudar a prevenir problemas. Use um cotonete ou pano úmido apenas na parte externa da orelha.



 

Comentar

Clique aqui para comentar




O conteúdo deste website é completamente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.