Vírus

Coxsackievirus – O que é, prevenção e sintomas

O coxsackievirus faz parte da família de vírus enterovírus (que também inclui poliovírus e vírus da hepatite A) que vivem no trato digestivo humano. Eles podem se passar de pessoa para pessoa, geralmente em mãos e superfícies não lavadas contaminadas por fezes, onde conseguem sobreviver durante vários dias.

Em climas mais frios, os surtos de infeções por coxsackievirus geralmente ocorrem no verão e no outono, embora causem infeções durante todo o ano em locais com climas mais tropicais.

Geralmente, o coxsackievirus causa sintomas leves de gripe e desaparecem sem tratamento, mas em alguns casos, ele pode levar a infecções mais graves.

Sinais e sintomas do Coxsackievirus

O coxsackievirus consegue produzir uma variedade enorme de sintomas. Cerca de metade das crianças afetadas com este vírus não apresentam qualquer sintoma. Outros desenvolvem uma febre alta repentina, dores de cabeça e musculares e ainda desconforto abdominal, dor de garganta ou náuseas.

Na maior parte dos casos a febre dura 3 dias e depois desaparece.

O coxsackievirus também pode causar uma panóplia de sintomas que afetam partes do corpo diferentes, incluindo:

  • Doença das mão-pé-boca, um tipo de síndrome de coxsackievirus que provoca bolhas vermelhas dolorosas na garganta e na língua, gengivas, palato, dentro das bochechas, palmas das mãos e solas dos pés.
  • Herpangina, uma infeção da garganta que causa bolhas vermelhas e úlceras nas amígdalas e palato.
  • Conjuntivite hemorrágica, uma infeção que afeta a parte branca dos olhos. A conjuntivite hemorrágica geralmente começa com a dor nos olhos, seguida rapidamente por olhos vermelhos e aquosos com inchaço, sensibilidade à luz e visão turva.

Ocasionalmente, o coxsackievirus pode causar infecções mais graves que podem necessitam de ser tratadas em um hospital, incluindo:

  • Meningite viral, uma infeção das meninges (as três membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal)
  • Encefalite, uma infeção cerebral
  • Miocardite, uma infeção do músculo cardíaco

Os recém-nascidos podem ser infectados pelas suas mães durante ou logo após o nascimento e correm maior risco de desenvolver uma infeção grave, incluindo miocardite, hepatite e meningoencefalite (inflamação do cérebro e meninges). Nos recém-nascidos, os sintomas podem aparecer 2 semanas após o nascimento.

Contágio

O coxsackievirus é muito contagioso. Pode ser passado de pessoa para pessoa pela falta de higiene nas mãos e através de superfícies contaminadas por fezes. Ele também pode ser espalhado por gotas de fluido pulverizadas no ar quando alguém espirra.

Quando um surto afeta uma comunidade, o risco para a infeção por coxsackievirus é maior entre bebês e crianças menores de 5 anos. O vírus se espalha facilmente em ambientes, como escolas, jardins infância e acampamentos de verão. Pessoas que estão infectadas com um coxsackievirus são mais contagiosas na primeira semana da doença.

Prevenção

Não há nenhuma vacina que previna a infeção por este vírus. Manter as mãos lavadas é a melhor proteção.

Lembre todos em sua família para que lavem as mãos com frequência, particularmente depois de usar o banheiro (especialmente os públicos), depois de mudar uma fralda, antes das refeições e antes de preparar a comida. Os brinquedos compartilhados em creches devem ser rotineiramente limpos com um desinfetante porque o vírus pode viver nesses objetos por vários dias.

Crianças com o vírus devem deixar a escola ou jardim de infância temporariamente para baixar o risco de infeção de outros.

A duração da infeção varia imensa. Para quem tem febre sem outros sintomas, a temperatura da criança pode voltar ao normal após 24 horas, apesar de a febre durar, geralmente, entre 3 a 4 dias. A doença das mão-pé-boca costuma perdurar por 2 ou 3 dias, enquanto que a meningite viral pode demorar entre 3 e 7 dias a desaparecer.

Tratando a infeção por coxsackievirus

Dependendo do tipo de infeção e sintomas, o médico pode prescrever medicação para fazer com que a criança se sinta mais confortável. No entanto, visto que os antibióticos funcionam apenas contra bactérias, eles não podem ser usados para combater a infeção por coxsackievirus.

Paracetemol pode ser administrado para aliviar quaisquer dores menores. Se a febre tiver mais de 24 horas ou se o seu filho tiver algum sintoma de uma infeção mais grave por coxsackievirus, contacte o seu médico.

A maioria das crianças com uma infeção simples por coxsackievirus recupera completamente após alguns dias sem necessidade de nenhum tratamento. Uma criança com febre sem outros sintomas deve descansar na cama ou brincar silenciosamente dentro de casa. É aconselhada a ingestão de muitos fluidos para evitar a desidratação.

Quando procurar ajuda médica

contactar médico por coxsackievirus
Certos sintomas requerem a visita imediata de um profissional de saúde.

Chame o médico imediatamente se o seu filho desenvolver algum dos seguintes sintomas:

  • febre acima de 38°C para bebês menores de 6 meses e superior a 38,8°C para crianças mais velhas
  • pouco apetite
  • alimentação problemática
  • vômito
  • diarreia
  • dificuldade ao respirar
  • convulsões
  • sonolência incomum
  • dor no peito ou no abdômen
  • feridas na pele ou dentro da boca
  • dor de garganta severa
  • dor de cabeça severa, especialmente com vômitos,
  • confusão ou sonolência incomum
  • rigidez do pescoço
  • olhos vermelhos, inchados e aquosos
Coxsackievirus – O que é, prevenção e sintomas
5 (100%) 1 voto
Drª. Larissa Carvalho

Drª. Larissa Carvalho

Drª. Larissa Carvalho, formada em Medicina pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e especialista em Clínica Geral.

Criou o Saúde SOS para permitir um acesso simplificado a artigo na área da saúde e bem estar.

Comentar

Clique aqui para comentar

O conteúdo deste website é meramente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico presencial. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.