Gravidez

Grávida pode comer inhame? – 10 beníficios para a gravidez

A comida que você ingere durante a gravidez é algo que necessita de ser bem analisado, sempre com a saúde do bebê em mente. Existem alguns alimentos que podem não ser bons para você e para o bebê. A pergunta que se coloca é, será que a grávida pode comer inhame? A resposta é que sim, pode, mas como em tudo existem vantagens e desvantagens.

Fique agora com os benefícios do inhame na gravidez e algumas das suas desvantagens.

Benefícios do inhame na gravidez

Cura a indisposição matinal

grávida pode comer inhame
As náuseas são bastante comuns na gravidez.

O inhame, assim como a manga, conseguem provocar um alívio da ânsia de vômito que surge numa fase inicial da gravidez. Este alimento possui uma boa quantidade de vitamina B6, que o ajudará com a indisposição matinal.

Previne baixo peso do recém-nascido

A vitamina B6 no inhame é útil mais uma vez, sendo que foi provado que esta previne que o recém-nascido venha com falta de peso.

Regula a pressão arterial

O inhame tem um elevado teor de potássio. Você precisa deste mineral para manter os níveis de pressão arterial sob controle.

A pressão arterial alta pode trazer graves problemas como a pre-eclâmpsia, uma doença que costuma aparecer a partir da 20ª semana de gestação.

Sendo assim, a grávida pode comer inhame e deve mesmo fazê-lo.

Rico em antioxidantes

Este alimento é rico em antioxidantes como betacaroteno e vitamina C. Eles vão ajudá-la a combater doenças comuns, prevenir o estresse oxidativo e protegê-lo de certos tipos de câncer.

Leia ainda -   Grávida pode comer camarão? - Riscos e benefícios do camarão na gravidez

Ajuda a digestão

grávida propícia a resfriado
Este tipo de problemas são mais comuns no inverno.

Mudanças hormonais, crescimento uterino, entre outros, podem fazer moça no seu sistema digestivo. O inhame possui amidos saudáveis, que são fáceis de digerir.

Previne a anemia

A grávida pode comer inhame na gravidez e deve fazê-lo para prevenir a anemia, visto que este é um problema comum durante esta fase. O inhame contém minerais como zinco, cobre e ferro, que jogam um papel importante no tratamento e prevenção da anemia.

Ácido fólico

Já deve ser do seu conhecimento que você precisa de ácido fólico durante a gravidez. Mas porque precisa dele? O ácido fólico pode proteger o seu bebê de problemas no tubo neural.

O inhame contém este ácido e a grávida não só pode comer inhame durante a gravidez, como deve fazê-lo.

Boa fonte de vitamina A

Você precisa desta vitamina para manter o sistema imunitário do seu bebê saudável e forte.

Previne o nascimento prematuro

grávida pode comer inhame para prevenir gravidez prematura
Os nascimentos prematuros aumentam de ano para ano.

A falta de ferro na dieta e no corpo da grávida é a principal causa do nascimento prematuro. Adicionar o inhame, rico em ferro, à sua dieta pode ajudá-la a prevenir o nascimento prematuro do seu bebê.

Fortalecer os ossos

Você precisa de ter os ossos fortes, especialmente durante a gravidez. O seu bebê está em fase de crescimento e também precisa de cálcio para construir seus ossos. Para isso, você precisa de uma dose saudável de cálcio, portanto, faz sentido você adicionar inhame à sua dieta.

 

Apostamos que nunca pensou que o inhame pudesse trazer tantos benefícios à sua gravidez. A grávida pode comer inhame, em casos normais, mas ele também pode trazer desvantagens que o podem tornar impeditivo para certas mulheres.

Desvantagens do inhame

Pedras nos rins

Se sofre de pedras nos rins, fale com o seu médico antes de consumir inhame. Este vegetal tubérculo possui pequenas quantidades de oxalato que podem causar danos em seus rins.

Leia ainda -   Como saber se estou grávida na primeira semana - Primeiros sintomas

Problemas digestivos

Se tem um sistema digestivo sensível, pense duas vezes antes de comer esta planta. Ela pode levar a problema como náuseas, vômitos, dores de cabeça ou diarreia.

 

Grávida pode comer inhame? – 10 beníficios para a gravidez
5 (100%) 1 voto
Drª. Larissa Carvalho

Drª. Larissa Carvalho

Drª. Larissa Carvalho, formada em Medicina pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e especialista em Clínica Geral.

Criou o Saúde SOS para permitir um acesso simplificado a artigo na área da saúde e bem estar.

Comentar

Clique aqui para comentar

O conteúdo deste website é meramente informativo e não deve ser considerado como um diagnóstico médico presencial. Procure um profissional de saúde para saber seu diagnóstico e opções de tratamento.